quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

 



PesquisarMedicamentos 
1 guardar

Para que serve o folheto informativo dos medicamentos

O Infarmed +  – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, IP publica, via digital, com data de 9 de Março, informação sobre o folheto que acompanha as embalagens dos medicamentos e que se destina ao utente.

O folheto informativo Indica uma série de informações úteis, como a dose recomendada, situações normais para a sua utilização, efeitos esperados (incluindo os adversos), entre outros.

Com este folheto, o Infarmed procura prestar ao utente informações úteis:

Nome do medicamento (marca), o nome das substâncias activas (substância que vai actuar contra a doença ou sintoma) e forma farmacêutica (comprimido, cápsula, etc.);

Categoria do medicamento, em termos facilmente compreensíveis para o doente (ex: antibiótico, analgésico, etc.);

Nome e morada do responsável pela autorização de introdução no mercado (laboratório que comercializa);

Indicações terapêuticas, contra-indicações, efeitos secundários mais frequentes (para que é usado o medicamento, casos em que não deve ser usado, reacções indesejáveis, etc.);

Interacções com outros medicamentos (que efeitos provoca associado a outros medicamentos);

Precauções especiais de utilização, bem como efeitos em grávidas, lactentes, crianças, idosos e doentes com doenças especiais e ainda efeitos sobre a capacidade de condução e utilização de máquinas;

Lista dos excipientes cujo conhecimento seja, eventualmente, necessário para a utilização conveniente do medicamento (ex: ingredientes utilizados para dar sabor);

Posologia usual, com referência à dose máxima (ex: número de comprimidos a tomar);

Modo e via de administração (ex: oral, rectal, etc.);

Indicação do momento da administração do medicamento e duração do tratamento (ex: 1 comprimido de manhã no máximo durante 5 dias);

Medidas a adoptar em caso de sobredosagem e ou intoxicação (sintomas, medidas de urgência, etc.);

Aconselhamento para comunicar ao médico ou farmacêutico os efeitos indesejáveis detectados que não constem do folheto;

Precauções particulares de conservação (ex: proteger do calor, etc.).

Porque tem a preocupação de permitir ao utente agir de modo adequado durante a toma do medicamento, o Infarmed procura que a redacção da informação seja elaborada de forma legível, clara, compreensível e fácil de utilizar pelo doente.

Esta informação é elaborada de acordo com as directivas europeias.

É, também, da responsabilidade do Infarmed a informação que se encontra na embalagem dos medicamentos. Nela está indicado o nome do medicamento, composição em substâncias activas, forma farmacêutica, modo e via de administração, prazo de validade, número do lote de fabrico, preço de venda ao público, nome e morada do responsável pela autorização de introdução no mercado, classificação do medicamento relativamente à sua dispensa, prazo de utilização após abertura do recipiente, pela primeira vez, se for caso disso, e precauções particulares de conservação.

Antes de iniciar a toma de um medicamento, leia o folheto informativo que o acompanha.

PesquisarMedicamentos 


Fonte:Infarmed/Portal da Saúde, sourcedate