sábado, 25 de Outubro de 2014

 


Gates Foundation
Gates Foundation

ROCKVILLE, EUA O bilionário Bill Gates e sua esposa doaram 220 milhões dólares em cinco anos para a Aeras, a maior empresa de biotecnologia do mundo sem fins lucrativos, voltados à pesquisa de vacinas contra a tuberculose, informou nesta quinta-feira a empresa americana.

AERAS
AERAS

A Fundação Bill e Melinda Gates doou o dinheiro para a Aeras, que em suas sedes nos Estados Unidos e na África do Sul desenvolveu seis possíveis vacinas contra a tuberculose, já em fase de testes na África, Ásia, Europa e América.

A tuberculose em números
A tuberculose em números

"Este novo investimento deve ser visto como um apelo à ação para combater uma das doenças mais mortais do mundo", indicou em um comunicado Jim Connolly, diretor executivo da Aeras, com sede em Rockville (Maryland), perto de Washington DC.

"Esse dinheiro permitirá à Aeras de expandir suas parcerias existentes na Europa, África, China e em outras partes do mundo (...) o que vai acelerar o desenvolvimento de vacinas contra a tuberculose seguras e eficazes", acrescentou.

Tuberculose 2011, OMS 2011
Tuberculose 2011, OMS 2011

Um total de 8,8 milhões de pessoas no mundo sofreram desta doença pulmonar infecciosa em 2010 e 1,4 milhões morreram, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A OMS estima que o custo econômico global da tuberculose é de 12 bilhões de dólares por ano, com a Índia e a China representando mais da metade deste custo.

De acordo com o diretor da Aeras, esta doença infecciosa apresenta um desafio aos cientistas de todo o mundo.

"Sem o apoio financeiro de todos para a pesquisa de novas vacinas, nunca poderemos eliminar a tuberculose, que é uma ameaça à saúde pública global", disse.

No geral, os pesquisadores acreditam que serão necessários mais de 1 bilhão de dólares nos próximos cinco anos para combater a doença.